Foto: Alan Santos/PR.

Jair Bolsonaro voltou das férias em Santa Catarina direto para o hospital Vila Nova Star, em São Paulo. O Genocide Force One, avião da FAB que leva Bolsonaro para lá e para cá, menos para o sul da Bahia, pousou em Congonhas no começo da madrugada desta segunda-feira, 3.

Começo da madrugada significa “às pressas”.

O médico que cuida da facada desde a Santa Casa de Juiz de Fora, o cirurgião Antonio Luiz Macedo, disse das Bahamas, paraíso – fiscal – onde passava férias também, que a suspeita é de obstrução intestinal causada talvez por “um alimento mal mastigado”.

Médico de confiança de Bolsonaro, Macedo também já está metido num avião rumo à Pátria Amada, Brasil.

“Alimento mal mastigado”, quem sabe? Primeiro passo de Bolsonaro na direção contrária à dos debates na TV? Com ou sem um pedaço de frangão engolido com afoiteza na ceia catarinense, temos, senhoras e senhores, no primeiro dia útil do ano, o primeiro de muitos ruídos que virão em 2022.

Talvez seja o caso de considerar que Bolsonaro vai fazer de tudo para fugir não exatamente dos debates, mas sim das eleições. Uma derrota nas urnas que cada vez mais se desenha com clareza, isto sim, Bolsonaro já avisou tantas e tantas vezes que nem fodendo irá digerir.

O que não significa que tenha desistido de lutar pela Bic azul com que povoa o Supremo de serviçais, os TRFs de bajuladores, a PGR com Augustos Aras e a Polícia Federal com Paulos Maiurinos; que decreta segredos de 100 anos; que ficha a filha no Colégio Militar; que livra 01, 02. 03 e 04 de serem fichados na Papuda.

Deixe um comentário

Deixe um comentário