Fortaleça a imprensa democrática brasileira

Ao viabilizar nesta sexta-feira, 4, uma live na qual foi apontada, farsescamente, desde Buenos Aires, fraude nas urnas eletrônicas brasileiras, o site argentino La Derecha Diario serviu de escada para quem quer incitar, com mentiras, os atos bolsogolpistas convocados para este fim de semana no Brasil.

E quem quer atiçar, com mentiras, os atos bolsogolpistas convocados para este fim de semana no Brasil?

Come Ananás mostrou nesta sexta que há poucas semanas Eduardo Bolsonaro esteve em Buenos Aires ciceroneado pelo próprio apresentador da live “O Brasil foi roubado”, o radical argentino Fernando Cerimedo, mas também por um jovem chamado Giovanni Larosa, que é correspondente do La Derecha Diario no Brasil.

Mas as ligações dos Bolsonaro com os testas de ferro da live golpista desta sexta vão além.

Este é Giovanni Larosa, dando joinha, com Eduardo Bolsonaro em Buenos Aires no último 13 de outubro:

O outro jovem que aparece na foto, de óculos, é Ezequiel Acuña. Nesta sexta, Acuña publicou esta foto em seu perfil no Twitter, parecendo estar in loco na transmissão da live “O Brasil foi roubado”, capitaneada por Fernando Cerimedo:

Esta foto, também publicada por Acuña, mostra Eduardo Bolsonaro no dia 14 de outubro dando entrevista à Rádio Madero, que pertence à esposa de Fernando Cerimedo:

Esta outra mostra o quarteto completo, posando no dia 15 de outubro em Buenos Aires: Ezequiel Acuña, Fernando Cerimedo, Eduardo Bolsonaro e Giovanni Larosa:

Estes tuítes de Giovanni Larosa mostram que o rapaz, em outubro, chegou a viajar no avião presidencial com Jair Bolsonaro:

Este outro mostra Giovanni Larosa embarcando para Brasília para acompanhar a apuração do primeiro turno com “Bolso Jr.” e “el chefão” (“el chefão” acompanhou a apuração do primeiro turno no Ministério da Defesa. Larosa também?):

E no segundo turno também:

Giovanni Larosa e “el chefão”, no dia 3 de outubro, em Brasília:

Deixe um comentário

Deixe um comentário