Lauro Jardim informa em seu blog no jornal O Globo que Sergio Moro recebeu US$ 656 mil nos doze meses em que esteve na folha de pagamento da Alvarez & Marsal, incluindo um bônus de assinatura.

O site Glassdoor é referência em mercado de trabalho nos EUA e a ele funcionários de empresas estadunidenses reportam seus salários sob anonimato. Com base em 22 salários de sócios-diretores da Alvarez & Marsal reportados ao Glassdoor, o site informa que os ocupantes deste cargo na A&M recebem em média US$ 385 mil por ano, incluindo bônus e outros pagamentos adicionais.

Vejam que bela, harmoniosa, é a paisagem na complianceland: Sergio Moro ganhou 70% a mais do que a média dos salários pagos a sócios-diretores pela Alvarez & Marsal, que recebe das empresas investigadas na Lava Jato 75% dos seus honorários no Brasil.

Os US$ 656 mil que Moro ganhou da Alvarez & Marsal são o equivalente a R$ 3,7 milhões, exatamente o valor que a Lava Jato disse que o ex-presidente Lula recebeu em propina nas formas de armazenamento do acervo de Lula e de triplex no Guarujá.

Calhou de o processo do triplex no Guarujá ser definitivamente arquivado precisamente nesta sexta-feira, 28, dia em que vieram à tona os honorários do ex-juiz da Lava Jato na papa-falências americana que vem lavando a égua no Brasil arrasado pelo lavajatismo, coisa que uma certa task-force sairia apressada gritando ser lavagem de dinheiro…

Deixe um comentário

Deixe um comentário Cancelar resposta