Jair Bolsonaro (Foto: Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil).

Civil com trânsito de Zé Múcio entre os militares, antigo ministro da Defesa do governo Michel Temer, Raul Jungman deu uma longa entrevista à Veja em agosto de 2021. Vale resgatá-la agora, no rescaldo da destruição do Palácio do Planalto, Congresso e Supremo por terroristas bolsonaristas.

Perguntado pelo repórter Victor Irajá sobre qual teria sido motivo da inédita demissão conjunta dos comandantes das três Forças Armadas, ocorrida em março daquele ano, Jungmann disse o seguinte:

“O respeito à Constituição. Ele chamou um comandante militar e perguntou se os jatos Gripen estavam operacionais. Com a resposta positiva, determinou que sobrevoassem o STF acima da velocidade do som para estourar os vidros do prédio. Bolsonaro mandou fazer isso, tenho um depoimento em relação a isso. Ao confrontá-lo com o absurdo de ações desse tipo, eles foram demitidos”.

Apoie o nosso jornalismo

Fortaleça a imprensa democrática brasileira.

FAÇA UMA ASSINATURA de apoio ao Come Ananás. É rápido e seguro. Cancele quando quiser na área do assinante.

OU FAÇA UM PIX do valor que quiser ou puder. Toda contribuição é importante. Esta é a chave Pix do Come Ananás:

apoio@comeananas.news

Deixe um comentário

Deixe um comentário