Há pouco mais de uma semana, no dia 11, Come Ananás publicou o artigo “O bolsonarismo no modo Walking Dead”.

Naquele dia, identificamos bastões de beisebol com a inscrição “Direitos Humanos” à venda nos marketplaces da AmericanasMagazine LuizaSubmarinoCasas Bahia e Shoptime, além de no Mercado Livre.

Pois neste sábado, 17, chegou na caixa de entrada do Come Ananás um e-mail do Mercado Livre com o assunto: “taco baseball Direitos Humanos ainda pode ser seu!”.

Assim, como se fosse bastão de cortina, e não um símbolo cultuado por bolsonaristas-armamentistas de como se deve tratar seus opositores, sobretudo as esquerdas.

São os cookies, algoritmos, mailings e que tais trabalhando forte, ou melhor, postos a trabalhar, no modo disparo automático, a serviço involuntário do fascismo.

No e-mail, a título de “outros produtos que podem te interessar”, o Mercado Livre oferece ainda o “bastão de baseball em madeira maciça Lucille The Walking Dead”.

A descrição do produto diz que se trata de um “taco de baseball constituído em madeira resistente, apresentando ótima qualidade com arame farpado na parte superior”.

Não, obrigado. Mas há quem queira – e há, impunemente, quem venda.

Do mesmo modo, impunemente, uma loja online do Brasil vende uma camiseta “divertida” de louvor a um notório torturador de brasileiros e brasileiras, “inspirada no grande coronel Ustra”.

Deixe um comentário

Deixe um comentário Cancelar resposta