Do cerco aos ‘animais’ de Gaza, nem os animais escapam

Compartilhe o artigo:

“Estamos lutando contra animais e agimos em conformidade”, disse o ministro israelense da Defesa, Yoav Gallant, na última segunda-feira, 9, referindo-se ao “cerco total” imposto por Israel desde aquele dia à Faixa Gaza, que desde então está sem eletricidade, comida, água e combustível para socorrer seus trucidados. Em Gaza, hoje, a única coisa que entra é bomba e bomba de fósforo branco.

Se na Faixa de Gaza nada mais entra, da Faixa de Gaza ninguém sai. A passagem de Rafah, na fronteira de Gaza com o Egito, única saída possível do campo de concentração sionista, foi bombardeada na última terça-feira, 10, pelo exército do Rei Davi. Na caçada aos “animais” de Gaza, supostamente aos homens do Hamas, a punição coletiva – crime de guerra – denuncia capítulo da limpeza ética na Palestina Histórica, mais um.

Da caçada sionista aos “animais” em Gaza, nem os animais escapam. A foto que ilustra este artigo é uma imagem que, para quem se arvora legatário da “Terra Prometida”, mostra um animal na frente de outro: um menino palestino, em choque, crava os olhos em um gato morto durante um bombardeio de Israel à Cidade de Gaza na última terça. É Israel “agindo em conformidade”.

O “animal” da foto, aquele assim, entre aspas, teve sorte até agora, se é que teve – a foto é de dois dias antes do Dia das Crianças no Brasil: na Faixa de Gaza, até esta quarta-feira, 11, 326 crianças palestinas já tinham sido mortas pelos bombardeios de Israel.

Foi na manhã desta quarta que uma apresentadora de um canal brasileiro de notícias vibrou ao informar que tinham acabado de chegar ao Brasil, em um avião da FAB, “os primeiros pets resgatados” pelo governo brasileiro em Israel. Sorridente, a jornalista aproximou-se do telão do estúdio para chamar algum repórter e foi logo dizendo que, vocês sabem, né, gente, em se tratando de bichanos, “ai, eu já fico toda toda”.

Apoie o Come Ananás

Fortaleça a imprensa democrática. Apoie o Come Ananás com uma contribuição mensal, anual ou única, usando o Google. Você pode cancelar quando quiser.

Ou apoie fazendo um Pix, de qualquer valor. A chave Pix do Come Ananás é o e-mail pix@comeananas.news.

pix@comeananas.news

A Democracia agradece.

Comentários

Deixe uma resposta